terça-feira, 13 de junho de 2017

Destruído em vinte minutos

Acordei hoje com vontade de viver, como não fazia a tempos. Pulei da cama 'cedo', preparei um super café enquanto pensava em como o dia ia ser produtivo, como eu não iria falar palavrão e como eu ia voltar a comer direito (formas de manter minha energia boa e de mudar hábitos ruins). Mas isso foi a duas horas, agora eu já não acho mais que ele será assim... pois, ignorando completamente o que minha psicóloga sempre diz, me deixei afetar por pequenas coisas.

É ruim esse choque de realidade de que a gente não consegue ficar bom sozinho - nem com toda a boa vontade de melhorar -, pois as coisas (e pessoas) de nossa volta tem o poder de contribuir ou destruir nossas tentativas. Destruíram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário